Leis da Paixão – N.M. Silber

Olá Estrelas!!!

Quem aqui curte uma deliciosa comédia romântica? Que tal pegar esta aqui e curtir neste final de semana que promete ser de chuva?

Vamos lá?

Sinopse:

Gabrielle Ginsberg é uma defensora pública cheia de charme. Braden Pierce é um egocêntrico promotor de justiça. Quando os dois se encontram no tribunal, explode uma atração avassaladora…

Juntos, eles descobrirão o valor de salas vazias e as mais diferentes formas de usar escrivaninhas e corrimões. Também descobrirão que a trilha do amor pode ser atravessada por pessoas neuróticas de todos os tipos, capazes até de escrever uma carta anônima bombástica para separar os pombinhos.

Será que Gabrielle e Braden conseguirão fazer cumprir as leis do coração e contornar a falta de privacidade, a interferência de rivais ciumentos e a insanidade do sistema judiciário?

Resenha:

Eu fiquei grande parte da noite acordada para terminar este livro porque logo de cara ele me conquistou e francamente, ele não me deixou nem um pouco decepcionada. Literalmente logo na cena de abertura eu já sabia que teria uma surpresa deliciosa. O livro me prendeu imediatamente e praticamente me atrevi a deitar no sofá e ir madrugada adentro. Quando a noite se transformou nas primeiras horas da manhã, eu tentei me convencer de que eu deveria dormir um pouco. Porém não iria acontecer! Eu não podia fazer isso. Não importava que eu teria de trabalhar no dia seguinte, somente com quatro horas de sono. Eu não conseguiria dormir sem terminar de ler.

O escritor N.M. Silber criou personagens que rivalizam com algumas das melhores comédias românticas que eu já vi. Se você pensou em alguns de seus personagens preferidos foram capazes de entrar em apuros é porque você ainda não conheceu Gabrielle e Jess. Eles são engraçados, irreverentes e totalmente apaixonantes, em muitas cenas citadas do livro eu me peguei rindo com se estivesse assistindo minha comédia romântica preferida.

As brincadeiras e o entrosamento entre os personagens, até os secundários é muito boa e hilariante. As cenas do tribunal são imprevisíveis e espirituosas. As cenas entre Braden e Gabrielle são revoltantes, mas de uma forma sexy, e até mesmo engraçada. Gabrielle tenta avisar Braden que, além de seus pais, seus outros parentes são doidos. Bem, doidos não chega a contar a realidade. Não vou entrar em detalhes para não soltar spoillers. Mas vale a pena conferir. Nunca vi família mais doida. Achei que a minha era mas a de Braden supera em tudo.

Não exagero ao dizer que cada cena neste livro para mim foi perfeita. Além da brincadeira ultrajante entre os personagens, o autor N.M. Silber também consegue dar ao leitor uma dose igualmente agradável, quente e um carinhoso romance entre os dois, e um pouco de paixão quente também. Eu gostei demais desse livro para sequer ousar tentar mencionar a trama por medo de estragar alguma coisa para vocês leitores.

Super recomendo para quem curte comédias românticas.

Valery

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *