As Duas Faces da Glória – William Waack

Olá leitores.

Hoje, em parceria com a Editora Planeta, venho apresentar-lhes um belo lançamento: As Duas Faces da Glória, de William Waack.


Título: As Duas Faces da Glória.

Autor: William Waack.
Edição: 2ª.
ISBN: 9788542204773.
Editora: Planeta.
Ano de Lançamento: 2015.
Páginas: 344.

Sinopse: “As Duas Faces da Glória – Só agora, 70 anos depois, começamos a superar a ordem estabelecida ao final da 2ª Guerra – um con ito de imenso peso na memória coletiva de muitos povos e países não só pelo seu papel central na construção do mundo que vivemos mas, também – ou sobretudo – pelos episódios aterradores de extermínio em massa, o horror dos totalitarismos, a inigualada destruição de populações civis e a arma do m da humanidade, a bomba atômica. Se para alguns a participação brasileira foi simbólica ou de menor peso nos eventos puramente militares, isso em nada muda a importância, a coragem e o sacrifício pessoais dos soldados brasileiros, enviados à morte muitas vezes sem preparo, treinamento, equipamento e comandantes competentes num país distante e numa situação de difícil compreensão. A contrário, essas circunstâncias reforçam o brio que demonstraram. São duas perspectivas completamente distintas, a da participação do indivíduo e a da projeção histórica do acontecimento. É profundamente triste constatar quantos analistas no Brasil não sabem, ou não quiseram, separar uma coisa da outra.

Por ser um grande fã de História, e principalmente de História das Guerras, logo tive por obrigatória a leitura desse título ao tomar conhecimento de sua existência. Inicio dizendo que não se trata de um livro novo, mas sim uma republicação através de uma nova edição, em uma época muito mais propícia que a de seu lançamento original.

Como podem observar se trata de um livro jornalístico abordando a participação da Força Expedicionária Brasileira durante a Segunda Grande Guerra Mundial, com um importante adendo: do ponto de vista dos aliados e adversários, e não dos próprios brasileiros, como em vários titulos existentes por aí. Como dito inicialmente o título não obteve uma recepção muito satisfatória no ano de 1985 que foi seu lançamento original. Principalmente pelo fato do Brasil estar no período da ditadura militar, mesmo que em seu fim. Waack com seu livro enfrentou forte resistência dos militares e seus simpatizantes por trazer verdades um tanto quanto vergonhosas sobre o desempenho dos soldados.

A única diferença dessa nova edição publicada é a capa – que por sinal é magnífica, belíssima arte mesclando fotos reais – e um prólogo adicional (além do original que continuou), trazendo um parecer informativo sobre os conflitos militares pós-1985. Que por sinal é bem comprido, o livro entra em seu assunto mesmo lá próximo da página 70.

A obra é fantástica. Impecavelmente redigida traz informações e narra fatos desde a constituição e envio da FEB até a capitulação dos nazistas remanescentes. Incluindo a história de praticamente todos os oficiais de patentes mais altas que enfrentaram brasileiros direta ou indiretamente durante a atuação dos Aliados nos Apeninos italianos. Vale ressaltar também que todo o livro é riquíssimo em referências, trazendo inúmeras notas de rodapé referenciando de onde o jornalista tirou aquilo. Fontes brasileiras, italianas, alemãs, inglesas e principalmente norte-americanas, sendo a nação que praticamente supervisionou de perto o desempenho dos brasileiros que lutaram ao seu lado. Todos os documentos referenciados são oficiais, em sua grande maioria relatórios de guerra.

Eu não gostaria de entrar no mérito de relatar o nível de desempenho dos brasileiros aqui na postagem citando trechos, pois estragaria grandes surpresas, como as que eu tive ao descobrir algumas coisas sobre as operações em que atuaram e o dia-a-dia dos brasileiros. A obra traz também diversas fotografias das personalidades envolvidas nesse conflito, além de locais, armas e muito mais.

O único ponto que julguei um pouco cansativo, mas que por outro lado é muito positivo, é o detalhamento minucioso de cada batalhão, patente, arma e afins. Além da citação constante de vários e vários locais daquela região italiana, onde os partisans e aliados tentavam eliminar a ameaça nazista. No caso dos termos militares não será um problema para quem está habituado e gosta de História das Guerras. Já a questão de citar até o nome das menores das vilas italianas também não acaba sendo um problema, pois impulsiona o leitor a visitar um buscador na internet e encontrar fotos desses locais que receberam brasileiros durante a guerra. Entretanto se você tem preguiça de entrar no Google e procurar se situar onde a narração está, pode ficar um pouco perdido. Pois são muitos montes, montanhas e lugares parecidos.

Esse livro é um título obrigatório para todo brasileiro que gosta de História das Guerras, o que é o meu caso, que sempre quis saber como foi essa participação do meu país durante a Segunda Guerra, e também um titulo recomendado para quem gosta do jornalista William Waack que ganhou ainda mais o meu respeito se mostrando um autor excepcional. Só não dou nota máxima pelo novo prólogo gigantesco, o qual achei que muitas informações que são expostas no mesmo eram desnecessárias.

Citações:

O comportamento e a psicologia do brasileiro são latinos.Há uma grande tendência a se referir a coisas planejadas como tendo sido já realizadas.São extremamente polidos e,não sendo provocados,sempre evitam discordar de sua opinião.Nunca dirão diretamente não a um pedido,mesmo que não tenham a menor intenção de atendê-lo.O máximo que eles poderão dizer é agora não.

“Ao longo do trabalho de pesquisa,nasceu espontaneamente profunda simpatia pelos brasileiros simples e humildes lançados sem treinamento e sem preparo numa guerra cujo sentido e alcance muitos deles nunca perceberam.Nutro enorme admiração pelos que se esforçaram por superiores muitas vezes apontados nos documentos como omissos,ou,simplesmente incompetentes.”

Obrigado pela atenção,
Até logo!

​​
Desenvolvimento e criação de sites

Valery

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *