[RESENHA] Magia do Sangue – Nora Roberts

Olá Estrelas!!!

Como é bom pegar para ler um livro que você espera ansiosamente e ele se revela ser uma leitura simplesmente maravilhosa.

Vamos lá?

Sinopse:

Há muitos anos, Branna O’Dwyer entregou seu amor a Finbar Burke. No entanto, o romance durou pouco. Uma maldição ligada ao sangue de suas famílias os proibiu de ficar juntos.

Branna tentou preencher esse vazio com amigos e familiares, mas sabe que, sem Fin, sua vida nunca estará completa. Ele, por sua vez, passou os últimos doze anos viajando pelo mundo, focado exclusivamente no trabalho.

Atormentados pela forte atração que nem a distância pôde aplacar, nenhum dos dois acha que um dia se entregará de novo ao amor.

Entretanto, em meio às sombras que ameaçam destruir tudo o que eles consideram mais precioso, esse relacionamento sem futuro pode ser também a última esperança que lhes resta.

Resenha:

Eu absolutamente adorei este livro principalmente depois de esperar ansiosamente depois de ler Feitiço da Sombra. Eu já disse isso antes e vou dizer de novo, ADOREI cada pagina deste livro.

Nora Roberts é um gênio em sua escrita. Ela conta uma história como ninguém mais é capaz. Ela é mágica, a fluidez com a qual ela descreve cada um de seus livros é maravilhosa. Cada vez que leio um é como se visse um filme maravilhoso se desenvolver diante de meus olhos. Ela tem os momentos certos de avançar e recuar, em cada curso da leitura, levando-nos numa viagem cheia de altos e baixos com a certeza de que vai deixar cada um de nós suspirando por mais.

Branna e Fin,  todos nós sabíamos que eles pertenciam um ao outro desde o primeiro livro mas a diversão estava no caminho a seguir para que ficassem juntos.  Eu adorei todos os personagens nesta trilogia sem exceção, até o vilão é bom neste livro . Mas o casal deste estava no centro de tudo.
A teia tecida até aqui foi perfeita, e o desenrolar dela foi ainda melhor. O que eu amei sobre cada um dos livros é as vozes de seus personagens. Um ponto forte do livro é a cumplicidade e o amor palpável entre os protagonistas, é lindo acompanhar a história dos dois.

Como eu disse na resenha anterior o desfecho com Cabhan estava próximo.  O acúmulo ao confronto final é lento, com muita atenção a cada passo dado pois não poderia haver erros.  A batalha final envolveu cada um dos primos, mas a parte de Fin foi a mais assustadora e mais intensa de todas. Ele foi espetacular e os efeitos desta batalha sobre Fin mudaria sua vida. Eu amei os aspectos mágicos da história, e não apenas quando aconteceu a batalha com Cabhan, mas também os usos cotidianos usados em cada um dos livros.

Valery

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *