[RESENHA] A dama de papel – Catarina Muniz

Boa tarde, Estrelas!

Vim falar um pouquinho sobre o último livro que li, confesso que fiquei um pouco brava com o desfecho da narrativa e alguns personagens me aborreceram, mas é uma história bem empolgante, adorei! 

Sinopse:

Localizada na zona periférica de Londres em meados do século XIX, o bordel de Molly está sempre repleto de fregueses: ricos e pobres, magnatas e operários, O que nenhum deles sabe – nem mesmo as outras trabalhadoras do estabelecimento – é que a dona do prostíbulo optara por ser “mulher da vida fácil” após fugir de um casamento forçado, abrigando-se nas entranhas de um cortiço na busca indelével por liberdade.

Certa vez, no entanto, Molly é inebriada pelas propostas de um cliente: Charles O’Connor, o herdeiro de um império têxtil, deseja que ela seja somente sua. Molly, arrebatada pelas sensações provocadas pelo novo amante, vê se obrigada a questionar o modo de vida que conduzira com orgulho até então, além de testar os limites da liberdade obtida a duras penas.

Entregues à avassaladora paixão e à incrível química sexual que os unem, Molly e Charles precisarão enfrentar as represálias sociais e a moral conservadora da época para dar continuidade a este amor proibido. Mas terão de pagar um preço alto por suas decisões.

Resenha:  
O livro “A dama de papel” é para quem ama refugiar-se da realidade em que vive e transportar-se para tempos antigos… A história se passa no ano de 1875, dividindo dois contrastantes estilos de vida da bela Inglaterra. De um lado, a burguesia e Charles O’Connor, alto, bem apresentável, cabelos e barba ruivos, com olhos azuis penetrantes e noutro, podemos chamar de a “ex burguesa rebelde” Molly, uma morena sedutora, corpulenta, dona de dotes inimagináveis e segredos maiores ainda, inteligente e independente, representando o lado pobre e luxuriante da cidade.
Pensando nesses dois aspectos, é impossível imaginar que um amor poderia surgir entre o luxo e o lixo, duas realidades tão distantes, porém curiosas à ambos. 
A vida infeliz de um rico herdeiro e empresário contra a vida feliz da imoral prostituta. 
Após cruzarem seus caminhos, a vida de nenhum deles foi mais a mesma. Uma paixão arrebatadora surgiu e  para viver esse amor, ambos tiveram que enfrentar as consequências de suas escolhas e isso não foi nada fácil. 
Amor, ódio, traição, paixão, sensualidade,  e o que essa história lhe despertará? Só você saberá. 
Mergulhe nesse oceano azul, da cor dos olhos de O’Connor e sedutor como a autêntica Molly, mas prepare-se para se surpreender, pois como sabemos, nem tudo é como nos contos de fadas com um final feliz! 

Valery

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *