[RESENHA] Reformed Vampire – Grupo de Apoio ao Vampiro – Catherine Jinks

Olá Estrelas!!!

Sabe quando você pega um livro ansiosamente e ele não é tudo aquilo que você esperava?

Sinopse:

“Reformed Vampire – Grupo de Apoio ao Vampiro” é uma história diferente de tudo o que você já leu sobre vampiros. Na verdade, você vai conhecer o lado real de ser um vampiro, aquele que ninguém conta! Eles estão quase sempre doentes ou com dor, e se reúnem em uma espécie de terapia de grupo para discutirem seus problemas e como controlar seus instintos, ou seja, o desejo de sair mordendo pessoas. Nina tornou-se vampira quando tinha apenas quinze anos, e não envelheceu um dia desde então. Mas também não teve um dia sequer de diversão, já que sua rotina isolada dentro de casa é incrivelmente chata, sem poder fazer o que realmente tem vontade. No entanto, tudo vai mudar na vida dela e de seus amigos vampiros quando um membro do grupo é morto de forma misteriosa. Tendo sua identidade ameaçada, terão que sair à caça do assassino, e logo se descobrirão em uma disputa contra lobisomens. Será que vampiros tão frágeis poderão vencer uma batalha como esta? Sangue, desejo e instinto vem à tona com uma bala de prata no peito, estopim de uma batalha em busca da identidade.

Resenha:

“Tudo o que você sabe sobre vampiros é errado!”  Sim aqui também é dito em alto e bom som essa frase inusitada e que acaba deixando os leitores com a impressão de que quase tudo o que sabia sobre os vampiros na verdade, esta errado mas, quando avançamos na leitura descobrimos que não é bem assim.  Verão que tem relação com vários livros e séries famosas da literatura (vampiros que brilham).

Os vampiros de Catherine Jinks não dormem durante o dia, bebem sangue de animais, criam outros vampiros quando eles se alimentam de seres humanos, e podem ser mortos por serem descobertos ou ao se revelarem. Eles também optaram por fazerem uma dieta não-humana, e pasmem, formaram até um grupo de apoio o que deu origem ao título. 
A única diferença real é que, em vez de terem poderes sobrenaturais fabulosos, os vampiros de Jinks são fracos e passam a maior parte de suas vidas fisicamente doentes. O que me deixou um pouco chateada pois até nos livros mais chatos que li sobre o assunto os vampiros são muito sexies e aqui ela meio que acaba com essa imagem. A autora está principalmente preocupada com que nos ajustemos neste estilo de vida totalmente desagradável, onde há algo maior acontecendo. 
Primeiro, um integrante do grupo de Nina (o mais antipático, é claro) é estacado por um assassino e tudo muda para o grupo pois terão que descobrir o assassino antes que mais membros do grupo sofra o mesmo destino. Em seguida, no decorrer das investigações, eles se deparam com uma operação de combate ao lobisomem, de onde eles resgatam um lobisomem cativo. A partir desse fato a história se modifica um pouco, tendo eles mais participativos e menos apáticos.
Este livro tem uma chamada interessante sobre vampiros, mas eu acho que Jinks foi um pouco longe demais na criação deles, terminando com personagens que eu não curti tanto quanto achei que gostaria. Espero que o próximo livro seja com uma pegada diferente pois será sobre lobisomens e eles são bem temperamentais né?
Mas eu indico a leitura pois do mesmo modo que eu não curti tanto cada leitor pode formar sua opinião sobre o livro e me contar o que acharam, iria curtir muito isso.

Valery

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *